Edição: Vol. 2 Nº 3 (mar/2012)

Disparando em direção ao destino incerto dos seres humanos, o Matéria Obscura investiga dois grandes paradigmas da contemporaneidade por meio do cinema de ficção cientifica: a relação, cada vez mais explícita, entre tempo e dinheiro, e as polêmicas que cercam a apreciação da arte na esfera do capital.

2010 – O ano em que a lua foi o limite

Vasculhando os feeds em busca de notícias interessantes para emplacar no começo de 2010, me deparei com duas notas relacionadas ao filme “Moon” (2009), de Duncan Jones. Numa delas, o próprio Duncan lamentava o fato da Sony Pictures estar boicotando … Continue lendo

Edição: Vol. 2 Nº 3 (mar/2012)
Tags:
Publicado em 26/03/2012, às 10:17.

E se o tempo fosse dinheiro?

Essa é a pergunta que domina os 109 minutos de “O preço do amanhã”1, lançado em 2011. Na história do diretor e roteirista Andrew Niccol, todos os corpos humanos param de envelhecer aos 25 anos, mas é preciso conquistar todos … Continue lendo

Edição: Vol. 2 Nº 3 (mar/2012)
Tags:
Publicado em 26/03/2012, às 10:15.