Veronica Mars merecia um fim melhor

Spoilers: Este artigo traz detalhes de acontecimentos das três temporadas de “Veronica Mars”, incluindo seu final.

“A cada ano, o departamento de drama de uma rede vai ouvir umas cem propostas, encomendar quarenta roteiros, produzir dez pilotos, encomendar séries de três pilotos e apenas um deles chegará à segunda temporada.”1

Esta frase saiu das mãos de Rob Thomas quando a série “Veronica Mars” estava no meio de sua terceira temporada. Seria também a temporada final: pouco tempo depois da frase de Thomas, a jovem detetive teria seus últimos 42 minutos na tela pequena – e provavelmente seus últimos minutos definitivos, já que o tão sonhado filme nunca se concretizou.

As primeiras vítimas do fim de um seriado são todos os membros da equipe de produção, que precisam procurar novos empregos. As vítimas mais vocais são os fãs, que perdem seus amigos imaginários e costumeiramente são abandonados com histórias inacabadas.

Mas o final de “Veronica Mars” foi uma grande injustiça contra sua protagonista.

Eu costumava almoçar lá, naquela mesa
Era uma vez a inocente Veronica Mars, filha do xerife de Neptune, Califórnia. Seu namorado é Duncan Kane, herdeiro milionário. Sua melhor amiga é Lilly Kane, irmã de Duncan. E sua vida é fantástica.

Até que Duncan termina o relacionamento, sem dar muitas explicações2. Lilly foi assassinada. Seu pai Keith Mars perdeu o cargo de xerife quando suas investigações começararam a apontar na direção de Jake Kane, pai de Lilly. Sua mãe Lianne abandonou a família. A situação social e econômica dos Mars despencou, e os amigos de Veronica no colégio desapareceram. Para piorar, Veronica foi estuprada após ser drogada em uma festa, e o novo xerife não quis investigar o seu caso.

Era uma vez a inocente Veronica Mars, substituída pela garota sarcástica que nós aprendemos a amar após míseros 5 segundos. Assim começou “Veronica Mars”3: o aluno novo Wallace Fennel foi colado a um mastro com silvertape pela gangue de motoqueiros da escola. Todos os alunos assistem e tiram fotos do garoto preso ao mastro, mas apenas Veronica se aproxima com seu canivete para libertá-lo.

Porque Veronica apanhou bastante em seus menos de 20 anos de vida fictícia – 3 deles contados na televisão –, mas sempre se levantou. Ela não só sobrevive, como também investiga os abusos que sofre. Resolve as conspirações, descobre os culpados e coloca um pouco mais de justiça4 em Neptune. Ao final de cada provação, Veronica escapa mais forte, e com a sensação de que o planeta está um pouquinho melhor por causa dela.

Menos em seu último episódio.

É como voltar para o colegial?
Três anos se passaram e Veronica está na faculdade Hearst. Ao entrar na lanchonete da faculdade, percebe que é alvo de todos os olhares, cochichos e risos. Motivo? Talvez seja aquele vídeo íntimo com Veronica e seu novo namorado Stosh “Piz” Piznarski, que vazou na internet…

Olhando para as três temporadas, o vídeo não parece grande coisa. Nossa protagonista já enfrentou coisas piores – assassinos, estupradores, bombas… – e nunca se deixou derrotar pelo que os outros pensavam dela. Mas era uma vez aquela Veronica do colégio.

A nova Veronica ainda mora e trabalha com seu pai em Neptune. Ainda conta com os mesmos Wallace, Mac e Weevil do colégio. Ainda consegue ganhar de qualquer um com algumas palavras. Mas nem mesmo a sobrevivente Veronica Mars poderia ter passado ilesa pelos últimos três anos.

Como investigadora particular, Veronica aprendeu rápido que as pessoas não são o que parecem, a verdade nem sempre liberta e tudo pode ser pior do que você imagina. E também confrontou com suas investigações todos os golpes sofridos por aquela Veronica inocente do começo da história.

Cicatrizes seriam inevitáveis, e elas são expostas na terceira temporada na forma da deterioração de seu relacionamento sempre volátil com Logan. LoVe já não era mais possível: Logan é tão protetor quanto destrutivo, e o caminho de Veronica o alimentava de faíscas. Em apenas um ano na faculdade, Logan trocou socos três vezes5 por causa de Veronica – e todos as brigas foram iniciadas por ele.

É um pouco tarde para isso, Veronica
Nos quarenta e dois minutos finais daquela terceira temporada, as cicatrizes também são expostas na própria Veronica, pronta para derramar sangue até encontrar os culpados pelo vídeo – e então derramar um pouco mais de sangue.

Como uma boa mulher indo à guerra, ela coleciona vitórias aterrorizando seus inimigos apenas com ameaças – e, quando apenas elas não resolvem, com ataques mais agressivos. Recruta a ajuda de seus aliados para enfrentar mais um inimigo poderoso e descobre, além da origem do vídeo, informações vitais de uma sociedade secreta. É uma grande vitória, mas também uma grande derrota.

Com mais urgência do que planejamento, Veronica invade a mansão Kane durante o encontro de uma sociedade secreta chamada Castle e rouba um HD com dados de todos os membros. São nomes, que ela entrega para uma jornalista da faculdade, e confissões, que ela guarda para ela mesma. O roubo foi útil, mas a execução foi problemática, e Veronica deixa pistas que podem levar a ela.

O responsável pelo vazamento do vídeo é Gorya Sorokin, membro do Castle, que havia grampeado o quarto de Piz porque Wallace, seu companheiro de quarto, era um dos pré-selecionados. Mas Veronica pouco podia fazer contra Gorya, já que a família Sorokin era uma perigosa máfia.

E saber o conteúdo do HD do Castle, que ela havia roubado de Jake Kane, é suficiente para chantagear o milionário e garantir que ela permaneça impune, mas não se pode dizer o mesmo sobre Keith Mars: o pai de Veronica já está sendo investigado após ter apagado um vídeo de vigilância que mostrava a garota pulando o muro da mansão.

Assim terminou “Veronica Mars”6: Veronica acordou sozinha no apartamento onde morava com seu pai, Keith, e descobriu pelo jornal que ele estava sendo investigado pelo desaparecimento de provas na investigação do roubo do HD. Em seguida, votou na eleição para xerife, disputada por Keith e por Vincent Van Lowe, e caminhou sozinha sob a chuva de Neptune enquanto a música de fundo dizia que nunca chove no sul da Califórnia7.

Não parece ser um cliffhanger gigantesco. Não é um mistério paralisante. Passado o período obrigatório de luto, os fãs conseguem se recuperar de mais um cancelamento sem precisar perder noites de sono em busca de “respostas”. Não existem perguntas.

Mas, desta vez, não há tempo para redenção. Desta vez, Logan não vai bater na porta de Veronica. Desta vez, ela não poderá compensar o sacrifício de Keith. Veronica Mars mais uma vez foi golpeada, mas desta vez não terá a oportunidade de se levantar.

Naquela manhã chuvosa no sul da Califórnia, Veronica foi congelada sozinha.

  1. “Digressions on how Veronica Mars saved my career and, less importantly, my soul”. In: THOMAS, Rob (ed). Neptune Noir: unauthorized investigations into Veronica Mars. BenBella Books, 2006. []
  2. Duncan acreditava que eles eram meio-irmãos, já que seu pai Jake Kane era amante de Lianne Mars, a mãe de Veronica []
  3. “Pilot” (“Veronica Mars”, 1–01). []
  4. Keith Mars foi a principal força na construção do caráter da Veronica que conhecemos, mas pai e filha mostram algumas diferenças na relação com a justiça. Ex-policial, Keith adota algumas artimanhas como investigador particular, mas costuma ter mais respeito pelas leis e mais confiança na justiça. Veronica tem um lado mais justiceira, equilibrando a balança do jeito que considera mais adequado mesmo quando seus casos envolvem a polícia e o tribunal. []
  5. Os alvos de Logan foram a dupla de estupradores Mercer e Moe, Stosh “Piz” Piznarski e Gorya Sorokin, responsável pelo vídeo de Veronica e Piz. []
  6. “The bitch is back” (“Veronica Mars”, 3–20). []
  7. “It never rains in Southern California”, de Albert Hammon (1972) []
Edição: Vol. 1 Nº 21 (dez/2011)
Tags:
Publicado em 12/12/2011, às 22:20.


Sobre Lhys

Lhys lê e-mails compulsivamente e não conhece o significado de TMI. É formada em jornalismo e tem mestrado em Ciências da Comunicação. Mas não se iluda com o título: sua principal função é assistir TV e defender a arte esquecida das boybands. De vez em quando, assina como Luciana Silveira.

O que você achou?

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

4 comentários sobre Veronica Mars merecia um fim melhor

  1. Vinicius

    Concordo plenamente, sou super fã e fiquei muito triste com o final.
    E por sinal, um filme da Verônica ia ser divino.

  2. Tatiane

    Até o momento é a melhor descrição da trama do seriado “Verônica Mars”, me sinto revoltada pelo fim que teve. Pode até ser bobo para alguns, mas pra mim foi um dos melhores seriados que já assisti. Foi como comprar o melhor chocolate se empolgar, vibrar torcer pra chegar logo em casa pra comer, mas no ápice ao abrir ele estava mofado. Ou seja quando todo mundo estava viciado vendo o potencial da adolescente, já até imaginando ela trabalhando em algo como o FBI (por que vamos combinar ela é muito boa no que faz) cortam o barato deixando um seriado muito bom com um final podre.
    “Odeio assistir um filme maravilho com um final sem graça”